Translate

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Deusa Grega Têmis

magia no dia a dia




Têmis, filha do Céu e da Terra, ou de Urano e de Gaia, era irmã mais velha de Cronos e foi esposa de Zeus.

O significado de seu nome é: “aquela que é posta, colocada“. 


Têmis, a deusa da Justiça, também é conhecida como a deusa da ordem natural, deusa da ordem moral e deusa da profecia.







Têmis não representa a matéria em si, como sua mãe Gaia, mas uma qualidade da terra, ou seja, sua estabilidade, solidez e imobilidade. 

Ela é uma deusa que falava com os homens através dos oráculos. O mais famoso de todos os templos oraculares da Grécia Antiga, Delfos, pertencia originalmente a Gaia, que o passou a filha Têmis. Depois disso, ele foi de Febe e só no fim foi habitado por Apolo. 

Há pesquisadores que afirmam, no entanto, que Têmis é o próprio princípio oracular, de modo que, em vez de ter havido quatro estágios de ocupação do oráculo de Delfos, foram só três: Gaia-Têmis, Febe-Têmis e Apolo-Têmis. 

Portanto, Têmis tinha máxima ligação com a questão das previsões oraculares e, no fundo, representa a boca oracular da terra, a própria voz da Terra, ou seja, Têmis é a terra falando.


Um dos atributos de Têmis é sua grande beleza, além do poder de atração de sua dignidade. Sua atratividade física é confirmada pelo mito em que Zeus a persegue com seu estilo desenfreado e, finalmente, a desposa. Em outra versão após Zeus devorar Métis grávida, as Moiras levam Têmis até Zeus para se tornar a segunda esposa de Zeus, e as moiras profetizam que Zeus precisa e tem muito a aprender com Têmis, que é tão sábia quanto Métis.

Seu mais ardente adversário no Olimpo foi Ares, o deus da guerra cujo apetite por violência e sede de sangue não conhecia limites. Não porque Têmis fosse contra a guerra, mas agia com motivos de ordem ambiental, pois a guerra reduziria a população humana. Na qualidade de mãe das Horas (e pai Zeus), Têmis está também por trás da progressão ordenada do tempo na natureza. As Horas representavam a ordenação natural do cosmo: inverno e depois primavera, dia depois a noite, uma hora após a outra.

Sua outra filha com Zeus, Astreia, deusa virgem protetora da humanidade e que simboliza a pureza e a inocência, também era uma deusa da justiça. Conta-se que ela deixou a Terra no fim da Idade do Ouro para não presenciar as aflições e sofrimentos da humanidade durante as idades do Bronze e do Ferro. No céu ela tornou-se a constelação de Virgem. Também a balança de Têmis, que Astreia carregava foi transformada em uma constelação, Libra.


Correspondências:

Invoque Têmis para: consciência coletiva, ordem social, paz, ajuste de divergências, justiça divina, encontros sociais, juramentos, sabedoria, dignidade, profecia, ordem, nascimentos e trabalhos artísticos.


Animais: Serpente.


Aromas e ervas: Manjerona, Oliveira.


Face da Deusa: Mãe.


Dia: Segunda e Quinta-feira.

Elemento: Terra.

Planeta: Mercúrio.

Signos relacionados: Virgem e Libra.

Símbolos: Balança, cornucópia, prato (com água) lâmpada, serpentes.


Fontes: Wikipédia, Mitologia Online e Dez Mil Nomes.


    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...