Translate

Cozinha da Bruxa: Nariz de Gnomo e Dedo de Defunto

mistérios da cozinha da bruxa
Anota aí: para a magia de hoje vamos precisar de um nariz de gnomo e sete dedos de defunto... Peraí! 

Pois é... você já deve ter visto receitas mágicas antigas e observado que existem alguns ingredientes que são pra lá de esquisitos... mas calma! Há um motivo para que tenha sido assim. 

Dizem, que  para evitar que suas receitas e magias fossem copiadas ou caíssem em mãos erradas, as bruxas de outrora substituíam o nome correto por um nome fantasioso. A coisa ficava tão estranha que já era o suficiente para afastar incautos e curiosos. 

Então, vamos destrinchar o mistério? Veja só alguns exemplos:



Asas de morcego moída = pimenta do reino moída
Olho de coruja = pimenta do reino inteira
Coração de boi = tomate
Barriga de sapo = pepino  
Lágrima de moça = cebola
Gordura de criança não batizada = toucinho de porco
Sangue de moça virgem = vinho tinto
Rabo de escorpião = coentro
Sêmen = leite
Unha de pé = amêndoas
Mosca mortas = uvas passas
Minhoca = espaguete
Poeira doméstica = farinha de rosca
Ova de sapo = ervilha
Olho de sapo = azeitona
Unha de sereia = palmito
Terra de túmulo = chocolate
Olho de gato = rabanete
Raio de sol = fubá
Elfo negro = chá preto
Osso moído = farinha de trigo
Chifre de rinoceronte = nabo
Rabo de dragão = gengibre
Luar de arvoredo = jasmim
Olho de agamotto = cravo da índia
Óleo de castor = mamona
Ovo de dinossauro = ovo
Beijo de sereia = sal
Pingo de neve = flor de anêmona
Bola de sopro = dente de leão
Língua de serpente ou dedos de defunto = orquídeas
Sino dos mortos = dedaleira
Pó de cemitério = patchouli
Botões de solteirão = calêndula
Pelo de gato, cabelo de moça ou pelos púbicos = capim cidreira
Cauda de raposa ou rabo de cavalo = cavalinha
Saliva de dragão = vinagre
Pena de fênix = louro
Pelo de unicórnio = açúcar
Besouro seco = lentilha
Nariz de gnomo = pimentão
Fibra de coração de dragão = batata
Cabelo = avenca
Pata de cavalo = tussilagem
Pé de pombo = gerânio
Garra de dragão = tortuosa
Orelha de bode = erva de são joão
Vela de defunto = verbasco
Homem morto = raiz de freixo esculpida em forma humana
Gato = gatária
Doninha = arruda
Rouxinol = lúpulo



Interessante, não é mesmo? Dá vontade criar nossos próprios códigos... ;)


escrito por Nina Drabardi


    
    

2 comentários:

  1. Esta foi a postagem mais interessante até agora! Abriu o meu apetite de gigante!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...